Casa dos Contos Eróticos


Click to Download this video!

Chifre no Pagode

Um conto erótico de Marido
Categoria: Heterossexual
Data: 04/07/2006 20:18:00
Nota 9.33
Assuntos: Heterossexual

Eu e minha esposa moramos em Brasília. Ela é loira, 1,74 e 65kg. Mary é muito atraente e adora usar roupas provocantes. Depois de 10 anos de casados, optamos por realizar nossas fantasias com responsabilidade e ousadia. Eu tenho 35 anos e ela 33. Somos de clase média e gostamos de conhecer outras pessoas para vivermos algumas aventuras.

Uma delas aconteceu num sábado a tarde. Fomos a um pagode muito conhecido, onde pessoas bonitas e provocantes frequentam nas tardes de sábado. Desta vez combinamos que ela iria paquerar algum rapaz que a interessasse. Logo que chegamos Mary foi paquerada por um negro de mais ou menos uns 25 anos e corpo atlético. Nessas ocasiões ela costuma entrar no ambiente na frente e eu vou um pouco atrás observando os rapazes encarando-a. O rapaz, que vou chamar aqui de Max, já chegou junto de minha esposa se apresentando e dando beijinhos no rosto. Mary fez um pouco de charme mas não a ponto de dispensar seu novo amigo. Logo os dois começaram a dançar e o cara partiu para o ataque. Max se aproximou e dançou bem coladinho ao corpo da minha putinha. Não demorou muito para trocarem beijos na boca e roçarem um no corpo do outro.

Eu ficava de longe, observando e sentindo um misto de tesão e ciúme.

Depois de um tempo, como combinamos, Mary o atraiu para o carro e trocaram amassos em pleno estacionamento. Eu ficava de longe vendo minha esposa sendo agarrada por outro homem e imaginando as sacanagens que os dois estavam falanado lá dentro. Pude perceber quando Mary se abaixou e iniciou um boquete no rapaz. Durou bem uns 10 minutos. Mesmo olhando para os lados para ver se eventualmente passava alguém por perto, os dois pareciam loucos de tesão. Sem aguentar mais, Max tentou convencer minha mulher de ir para um Motel. Foi aí que ela abriu o jogo e disse que era casada e só transaria com outro se o maridão tb participasse. Até Max entender bem o que estava acontecendo levou uns 15 minutos mas ele se entregou e topou comer minha mulher junto comigo.

Mary simulou fazer uma ligação no meu celular e logo cheguei até o carro. Me identifiquei, sentei no banco de trás e acompanhei minha mulher dirigindo com a mão sobre o pau do nosso amigo. As vezes eles trocavam beijos na boca e o Max ficava elogiando minha esposa para mim: "como é gostosa essa sua esposa". "Ela paga um boquete maravilhoso". "Pega na minha pica, meu bem, e diz pro seu marido que você vai ser minha puta hoje". O cara entrou no clima logo e chegando no Motel ainda permaneci no carros mais alguns minutos para dar tempo dos dois ficarem mais íntimos. Quando chueguei no quarto me deparei com uma cena que me encheu de tesão; minha mulher de 4, na cama, pagando um boquete maravilhoso. Max estava de pé, segurando Mary pelos longos cabelos loiros e empurrava a cabeça da minha gata em direção ao seu pau. Mary adora ser fodida na boca e imaginei como devia estar melada aquela rachinha safada.

Cheguei por trás e enfiei a lingua naquela bucetona quase toda depilada. Max então agradeceu por eu ter lubrificado ainda mais aquela xana e meteu fundo. Minha mulher gemia como uma cadela e rebolava naquela pica negra. Fuderam em várias posições enquanto eu olhava. Depois de um tempo fizemos uma dupla penetração na buceta da minha esposa. Ela foi às nuvens e voltou. Gozava o tempo inteiro e pedia para ser xingada de vagabunda. Logo Max se levantou e pediu o cuzinho de Mary. Ela não gosta muito de fazer anal mas neste dia não precisou de um segundo pedido. Logo ficou de 4 e disse: "vem seu puto, que esse rabo é todo seu". Antes disso, mais que depressa deitei por baixo e enfiei minha vara xaninha dela. Fazia tempo que tinha vontade de ver minha esposa tomando uma rôla na frente e outra atrás. Max lambuzou aquele cuzinho com um creme hidratante e foi penetrando bem devagar. Não demorou muito para aquela jeba entrar até o saco no cú da minha esposa.

Mary urrava e pedia: "vem seu puto, bomba dentro do meu cú, bomba. Rasga". Depois de várias estocadas Max tirou o pau de dentro daquele cuzinho, arrancou a camisinha e esporrou na bunda de minha mulher. Por baixo eu sentia o leite dele cair nas minhas coxas enquanto eu penetrava aquela buceta safada. Foi aí que levantei e ordenei Mary que abrisse a boca para eu despejar toda minha porra. Depois de um banho que deixou seu rosto todo melado, Mary ainda foi atrás do pau de Max para sugar a última gota daquele gozo.

Saímos do Motel do jeito que fomos: Mary dirigindo com Max ao lado e eu no banco de trás. No caminho de volta o cara foi brincando com o dedinho na racha da minha esposa. Ao chegar no estacionamento do pagode, Max ordenou a Mary que pagasse mais um boquete, no que foi logo atendido. A noite já havia caído e não nos preocupamos com os transeuntes. Max mais uma vez gozou, desta vez largando um monte de porra na boca e no rosto de Mary. Trocamos telefones e ficamos de repetira a aventura.

Eu e minha esposa queremos conhecer pessoas que gostam de aventuras semelhantes. Mas precisam ser educadas, higiênicas e muito discretas. A preferência é para pessoas de 20 a 45 anos que morem em Brasília ou Rio de Janeiro. Escrevam-nos apenas os que estiverem realmente interessados pois não marcaremos encontro enquanto nos certificarmos da procedência dos eventuais novos amigos (as) legacydf@ig.com.br

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
04/04/2017 02:04:34
Que delícia tua gata. Estarei em Brasília na próxima semana. Me escrevam ou procurem pelo skype: envolvente47@hotmail.com .
29/09/2014 07:52:20
Muito bom manda mais.
kasado
27/07/2006 15:10:59
muito bom, nota 9. também quero participar de uma transa dessas, que pena...
negro tipo a
05/07/2006 11:59:31
belo conto.gostei do seu conto.deu tezão.
Lucia
05/07/2006 02:29:38
Gente, não sei o que está acontecendo hoje, é o segundo conto seguido que leio, e até aprece que sou que participei. Mas eu como a kasada carente do comentário acima, meu marido é certo demais, tenho que me virar com outro.
renata
04/07/2006 23:37:46
Adorei este comentario da kasada carente saiba que meu gato tem uma vontade louca de foder uma gata na frente do marido se tiver a fim me mande um emaill que te retorno tá!!!
kasada carente
04/07/2006 21:20:56
adorei seu relato, tambem tenho fissura de dar pra outro e meu marido vendo eu ser fodida, mas ele é muito certinho, eu que sou a putinha,bjs pra vcs




Online porn video at mobile phone


contos eróticos com marido bêbado e desconcentração bem dotadomulher soltando pus da b******** dentro do ônibus pornôopai. comendo. afilha. virgemxxvideochupando no cu da gostosa de calcia e comexvidiotenho tesão em jogador suado 1000 fotos de lesbicas arrombadas esguichando juntasporno doido mesturbano ate gosa jato lesbicaeuconfessosografilhaviu o pai pelado e virou a bunda pra ele comercontos bdsm escrava 24/7eu, minha namorada, minha namorada e meu tiomundo espermatozoide no cu do Negrão mundo bixamulher convence seu marido a fazer swingercorno frouxo contomulher gostosa do Carequinha toda arrepiadacontos eroticos casamento nupciasbucetascontospornocontos erotico casada puta na faveladosXvideos mae de santo fodendo no centro de macumbaxvideo.con novinha tabareuvideo de homens pintudo que gostam de lutar e ficam ecitado se de relar em outro macho gratiscontos de iniciaçao de uma casadaConto erotico de adorecente batedo punhetamãe xupal e lambe boceta da sua filhapornô mãe dando o cuzão dando para o filho de regaço combinação pelo cão carinhopai do pau cabesudo atlando na buceta da filhagostosas minisaia enos debaixodelascorroas belisca fode com sua filhaxvideos amiga derramou molho nela mesmacunhada morena cabelos enrrolado arretada Meu irmao quis gozar nos meus pezinhos contosconto porno minha mulher foi ao cabeleireiro depilar a buceta e o cuComtos erotica's ninfeta mestada adoramdocontos mulher casada da igreja deixou dois arrombar seu cuincesto verdadeiro tabuessa coroa coloco varias calcinhas p metercontos eroticos putinha desde pequena da mulecadaConfissão de uma obesa com tesãocontos eroticos- bandidos fodedorescontos eroticos sogras na praiawww.contoerotico.pai e filha a prendendo a dirigipegou a mulher do corno apertada e quando entrego tava so u buraco video porno cornocontos de sexo raspei minha bucetameu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosconto erótico aprendendo a dirigirhomem arretando novinha no bejoflagrei minha filha anal contoconto cumenndo o cu da sogra afosaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaencoxada mau cobertaenteada dorme de conchinha com padrasto e e penetrada.porno incesto com muita seducaosexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaovideotiafodenocontos cdzinhayuri palzudocontos espiano no decote da minha maeContos incestos vovôs descabacadoresdona de academia fudendegostosas da bundonadormindo mae efilha eo pai pornodoidoConto herotico incerto completo mae i filhocontos eroticos a anerd capitulo 1mulheres de corno manso sem o biquininhocontos eroticos com nerd tristonhoflagrei a cunhada f****** Conto Chinêssonho meu sobrinho transado comigoxvideo casada gosa no pau do corno pesando notromamãe quis ir na praia de nudismo contos de incestoSarra novinha tudo tudo tudo cansada dançando na frente da calcinhafoto sexy casera ha 1minut no zapxvideosdificil pra vc lukanovinha bêbada chegando do baile funk vai dormir no seu quarto bêbada irmã bonita e entra lá e come ela dormindocasetudo comendo cadela no ciowww.tatarada.com/garotinhas com xota apertada libera para roludovilma levando rola do barnei